sexta-feira , 19 julho 2019

ENEM INEP

ENEM INEP
ENEM INEP
O Exame Nacional do Ensino Médio será realizado nos dias 24 e 25 de outubro neste ano de 2015 e os candidatos já se encontram na reta final de estudos e preparação. Nesta época, é comum que muitos fiquem nervosos, estressados e preocupados em como aproveitar os últimos dias de estudos antes das provas. É claro que o nosso incentivo é que você, candidato do ENEM 2015, sempre aproveite ao máximo seu tempo para se preparar para esta importante fase de sua vida, afinal, e ENEM é uma prova que pode muito bem mudar o rumo do seu futuro por lhe garantir uma vaga em uma excelente universidade do país ou do exterior.

Assim sendo, continue estudando diariamente até a semana do ENEM 2015, no entanto, sugerimos que nesta época você já comece a diminuir um pouco o ritmo de estudos para não chegar nos dias das provas do ENEM com a mente e o corpo cansados e esgotados. Se isso acontecer, seu desempenho na prova pode ser muito inferior ao que seria caso você estivesse descansado. Por isso, é importante continuar a estudar, mas procure estudar de forma mais light, apenas lendo resumos, fazendo uma redação ou outra e lendo matérias sobre atualidades – não coloque em risco seu bom desempenho!

Mas já que estamos na reta final do ENEM, o que você acha de descansar um pouco a mente dos estudos pesados conhecendo um pouco mais sobre o ENEM? Você sabe, por exemplo, quem é o responsável pelo ENEM? Você sabe quando o ENEM foi criado? Sabe qual era o seu objetivo principal assim que ele foi criado? O que o Ministério da Educação tem a ver como o ENEM? Vamos ver, então?

O INEP

O Exame Nacional do Ensino Médio foi criado pelo INEP – o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira que é uma autarquia federal que está vinculada ao Ministério da Educação (MEC). O objetivo do INEP, em união com o MEC, é promover estudos, pesquisas e avaliações sobre o Sistema Educacional Brasileiro, com isso, é possível formular e implementar políticas públicas para esta área da educação, com o objetivo direto de melhorá-la. O INEP e o MEC determinam parâmetros de qualidade e de equidade e isso torna possível tentar alcança-los por meio das políticas públicas, visando sempre aumentar o conhecimento que os alunos brasileiros adquirem durante os anos de estudos obrigatórios no país.

Um outro objetivo do INEP é adquirir dados relacionados ao aproveitamento dos alunos brasileiros nas escolas, bem como relacionados ao nível do ensino que é oferecido em cada uma delas, pois com isso é possível produzir informações claras e que são de confiança para que gestores, pesquisadores, educadores e o público em geral possam obter conhecimento delas. Além disso contribuir para que o público entenda bem como está a educação brasileira oferecida, também torna possível que os próprios educadores, pesquisadores e gestores possam trabalhar a favor da educação, tentando melhorá-la onde eles têm o poder para fazer isso – se todos assim o fizerem, a educação no Brasil melhora em nível nacional. Mas é claro que o Ministério da Educação tem importante peso nessa melhora também.

Dentre as formas do INEP realizar seus levantamentos estatísticos sobre a educação brasileira oferecida, há vários “meios”, como por exemplo o Censo Escolar, o Censo Superior, o Sistema Nacional de Educação Básica e, dentre outros, ainda se encontra o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Na realidade, o ENEM é um importante meio de se avaliar a educação brasileira porque ele é capaz de fazer um levantamento de todo o ensino que os alunos obtiveram, já que este exame é obrigatório a todos os alunos que estão concluindo o ensino médio, ou seja, que já estudaram em todos os anos obrigatórios no país.

O MEC

Bom, como dissemos no início deste artigo, o Ministério da Educação (MEC) está associado ao INEP, mas por que? O MEC é, na realidade, um órgão do Governo Federal que é o responsável por administrar, diretamente, as seguintes áreas:

  • Política nacional de educação;
  • Educação infantil;
  • Educação em geral, compreendendo ensino fundamental, ensino médio, ensino superior, educação de jovens e adultos, educação profissional, educação especial e educação à distância, exceto ensino militar;
  • Avaliação, informação e pesquisa educacional;
  • Pesquisa e extensão universitária;
  • Magistério; e
  • Assistência financeira a famílias carentes para a escolarização de seus filhos ou dependentes.

Uau! Não parecia que o MEC era responsável por tanta coisa relacionada à educação no país, não é? Mas sempre tem muita coisa que a gente nem sempre vê. O MEC foi criado no ano de 1930 no governo de Getúlio Vargas, e anteriormente tinha o nome de Ministério da Educação e Saúde Pública, sendo o responsável por diversos ministérios como saúde, esporte, educação e meio ambiente.Foi somente no ano de 1953 que o MEC passou a ser o Ministério responsável apenas pela educação, o que transformou esse trabalho em algo mais específico, mais direcionado apenas para a educação, que merece toda esta atenção especial.

Agora só nos resta falar sobre o ENEM, mais especificamente. O ENEM foi criado no ano de 1998 e ele tinha o objetivo de avaliar o desempenho do estudante ao fim da educação básica, buscando contribuir para a melhoria da qualidade desse nível de escolaridade. Foi só a partir do ano de 2009 que ele deixou de ter apenas seu objetivo inicial e passou a ser utilizado também como mecanismo de seleção para o ingresso no ensino superior.

É claro que para o ENEM passar a ser utilizado dessa forma adicional vinculada ao ensino superior, foram necessárias muitas mudanças a fim de democratizar as oportunidades de acesso às vagas oferecidas por Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), para a mobilidade acadêmica e para induzir a reestruturação dos currículos do ensino médio. Com este objetivo de utilização do ENEM, como ingresso para as universidades, cabe a estas decidirem se utilizarão o ENEM como fase única (como um vestibular) ou se desejarão realizar, também, um vestibular adicional para a seleção final dos candidatos melhores classificados.

Foi com este objetivo de utilização do ENEM que foi criado o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) que possui milhões de inscritos todos os anos. E com essa mudança no ENEM, não apenas os alunos que estão no último ano do ensino médio (e que devem realizar o ENEM obrigatoriamente), mas muitos outros brasileiros de todas as idades, passaram a realizar o ENEM todos os anos. Com isso, a prova vem ganhando confiança, peso e reconhecimentos mundo à fora.

Depois de um pouco de história, apenas nos resta lhe desejar um excelente ENEM e que você conquiste as notas que sempre sonhou nesta importante prova. Boa sorte!

Informações úteis:
ENEM INEP: http://www.inep.gov.br/
Central de Atendimento: (MEC) 0800 61 6161

5.0
02

Sobre Concursos Abertos